terça-feira, 24 de dezembro de 2013

OSHO EM CORAGEM: O PRAZER DE VIVER PERIGOSAMENTE






"O amor é uma flor rara. Ele só acontece às vezes. Milhões e milhões de pessoas vivem na falsa atitude de que amam. Elas acreditam que amam, mas isso é só uma crença.

O amor é uma flor rara. Às vezes ele acontece. É raro porque só pode acontecer quando não existe medo, nunca antes disso.

Isso significa que o amor só pode acontecer a uma pessoa profundamente espiritualizada, religiosa. O sexo é possível para todos. A familiaridade é possível para todos. Não o amor.

Quando você não tem medo, não há o que esconder; então você pode se abrir, pode pôr abaixo todas as fronteiras. E então pode convidar o outro a tocar a sua essência.

E, lembre-se, se você deixa que alguém o toque profundamente, o outro também deixará que você o toque, pois, quando deixa que alguém o toque, você inspira confiança.

Quando você não tem medo, o medo da outra pessoa também desaparece.

No amor de vocês, o medo está sempre presente. O marido teme a mulher, a mulher teme o marido. As pessoas que se amam sempre têm modo uma da outra. Então não é amor. É só um arranjo entre duas pessoas medrosas, que dependem uma da outra, brigam, exploram-se, manipulam, controlam, dominam, possuem uma a outra — mas não é amor.

Se você conseguir deixar que o amor aconteça, não precisará de prece, não precisará de meditação, não precisará de igreja nenhuma, de templo nenhum. Se amar, você pode se esquecer completamente de tudo, porque, por meio do amor, tudo terá acontecido a você: meditação, prece, existência, tudo terá acontecido a você.

É isso que Jesus quis dizer quando falou que Deus é amor. Mas o amor é difícil. O medo tem que ser superado. E é isto que é estranho, vocês têm tanto medo e, ao mesmo tempo, não têm nada a perder."

Osho em Coragem: O Prazer de Viver Perigosamente

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

AMIZADE


Foto internet








Como não amar
Quem respeita
Teus sentimentos
Quem te mostra
O caminho
E faz você
Ficar bem
Quem faz a verdade
Prevalecer na amizade
No companheirismo
E no comprometimento
Como não amar
Um (a) amigo (a)
Verdadeiro (a)

Por Mary_Mariana de Oliveira
Petrópolis-RJ

domingo, 22 de dezembro de 2013

BORBOLETAS

























"Mas é preciso escolher. Porque o tempo foge... Não há tempo para tudo. Não poderei escutar todas as músicas que desejo. Não poderei ler todos os livros que desejo, Não poderei abraçar todas as pessoas que desejo. É necessário aprender a arte de "abrir mão" , a fim de nos dedicarmos àquilo que é essencial.'' 

(Rubem Alves)





sábado, 21 de dezembro de 2013

PENSAMENTO A VAGAR




Sopra lá fora um vento gelado
Em noite de inverno
Aqui dentro me encontro
A aquecer-me com uma xícara de café
O pensamento a vagar
Por velhas lembranças
Que vão e vem na minha mente
Como um bailar
O som do vento me faz lembrar
A nossa canção
Que vontade que dá
De dançar com você
A luz do luar
Em noite de lua cheia
Que atiça a minha imaginação
Deixo-me levar pelo desejo
De estar com você em algum lugar
Numa entrega total
Pena ser apenas meu pensamento
A vagar em uma de noite de inverno

Mary_Mariana de Oliveira

Petrópolis-RJ

AMAR É TÃO SIMPLES...



Teu mundo...
Meu mundo...
Nosso mundo...
E preciso respeitar o teu espaço, o teu tempo, os teus desejos!
E preciso que você faça o mesmo comigo!
Amar-me por completo para depois,
amar-te completamente...
Faça o mesmo!
Cuidar e ser cuidada.
Deixar livre o ser amado,
mas nunca largado.
Lembre-se disso!
Na liberdade de ir e vir,
os braços sempre abertos,
para o abraço mais carinhoso.
Os olhos sempre atentos,
aos cuidados mais urgentes.
Os lábios sempre prontos para
o beijo doce e apaixonado.
É tão simples amar!
Porque as pessoas complicam tanto?

Por Mary_Mariana de Oliveira
Petrópolis_RJ
 




VOLTA






Volta, dá-me mais
Dessa tua ligeireza,
Desses teus gestos sensuais
Cheios de ternura e pureza
Não me deixes assim
Esperando, desejando
Que voltes para mim
No desejo em que ando!
Apaga este fogo
Que criaste com teus gestos!
Apaga-o e volta logo
Da paixão dá-me os restos.
Quero mais destes momentos
Em que me sinto tão bem,
Um ao outro atentos,
Dos teus braços a refém.
E se por acaso não voltares,
Guardarei na minha memória
A lembrança dos teus olhares.
Desses momentos, guardarei a glória!
E continuarei sempre a procurar
A mesma intensidade, a mesma paixão.
Sabendo bem que não vou encontrar
A mesma ternura da tua mão.
Volta, dá-me mais!
Desses momentos de nós dois.
Jamais seremos iguais
Noutros braços menos atentos.

Dulce Morais 
Crazy 40 Blog
http://crazy40blog.wordpress.com/

Arte: Marci McDonald


sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

SONHANDO COM MEU SONHO






Perdi o sono
Sonhando com meu sonho
Noite em claro
Clareando os pensamentos
Lá em você
Que faz meu coração bater
Mais forte no ritmo do seu
Acordada permaneço
Sonhando com meu sonho
Parece tão real
Na real queria você aqui
Fazendo do meu sonho
Realidade...

Mary_Mariana de Oliveira

Petrópolis-RJ

LÁGRIMAS DE FELICIDADE....







De repente ela sentiu...

Uma vontade louca de chorar...

Ela tentou resistir...

Mas as lágrimas teimavam em molhar...

Aquele rosto delicado...

Havia uma dor forte no peito!

E o coração não batia como antes!

Ela não entendia  por que chorava...

Sua vida estava no auge!

Não tinha do que reclamar!

Por que então esta dor?

Por que então chorar?

Ela se perguntava!

E depois de tanto tentar entender...

A resposta veio em uma lágrima...

De felicidade...

Ela havia se apaixonado outra vez ...

E as lágrimas estavam levando embora ...

A dor de um antigo amor...

E abrindo caminho para a felicidade...

De amar outra vez....



Mary_Mariana de Oliveira



Petrópolis-RJ